Categorias
Aprenda & Ganhe

Principais etapas para criar um negócio

Começar um negócio envolve planeamento, tomada de decisões financeiras importantes e conclusão de uma série de actividades jurídicas. A seguir, veja as etapas que nós, no Funds, (e mais empreendedores)  julgamos fundamentais (e desenvolvimento de cada uma).

1. Realizar pesquisas de mercado

A Pesquisa de Mercado é a chave para um novo negócio tornar-se uma entidade real e lucrativa. Ela vai dizer se há (ou não) uma oportunidade de transformar sua idéia num negócio de sucesso. É uma forma de reunir informações sobre clientes em potencial e empresas que já operam na sua área.

A Pesquisa do Mercado anticipa e minimiza riscos; identifica clientes em potencial e ajuda a garantir o sucesso. Em geral, apenas cerca de metade de novas pequenas empresas sobrevivem 5 anos.

👉Veja porquê a Pesquisa do Mercado é realmente importante e necessária

👉Veja os tipos e processos de Pesquisa do Mercado

2. Escreva o seu plano de negócios

Considere desenvolver e preparar um plano de negócios. O que é, literalmente, um “mapa” do seu negócio. Ele, o seu plano de negócios, é a base de seu negócio; um roteiro de como estruturar, administrar e expandir seu novo negócio. 

Além de ser uma boa disciplina em si, é um documento importante para apresentação a investidores e financiadores em potencial que desejam ver evidências de que você é claro sobre “por que começar um negócio” e “como fazer para iniciar um negócio”. 

Você usará o seu plano de negócios para pelo menos três (03) objectivos fundamentais:

  • Convencer investidores para investir (financeiramente) no seu negócio.
  • Convencer as pessoas de que trabalhar com você – seus possíveis parceiros – é uma escolha inteligente.
  • Medir o seu progresso contínuo e ver-se não saiu do rumo involuntariamente e, assim fazer os devidos ajustes – se necessários.

👉Veja como desenvolver um plano de negócios da melhor forma

3. Financie seu negócio

A partir do seu plano de negócio, você vai idéia de quanto dinheiro você precisar para iniciar seu negócio. Se você não tiver esse valor em mãos, terá de aumentar ou pedir emprestado o capital. Se o seu plano de negócio for bom e convincente, você, com mais (ou ligeira) facilidade de encontrar o capital de que você precisa.

👉Veja como você pode conseguir investidores para o seu negócio

👉Ou, veja como você pode iniciar um negócio sem ou com pouco dinheiro

4. Escolha o local para a sua empresa

A localização da sua empresa é uma das decisões mais importantes que você fará. Quer esteja a abrir uma empresa física ou uma loja online, as escolhas que você faz podem afectar seus impostos, requisitos legais e receita.

Umas das coisas que você pode fazer é procurar saber das leis tributárias (sobre negócios) do seu país. Pode fazer isso consultando um contabilista local e/ou um advogado.

Também, você terá de estudar seus concorrentes – pessoas que já operam na área/sector que você deseja operar, onde você planea instalar seus serviços. Pode ver alguns aspectos fundamentais aqui.

5. Escolha uma estrutura de negócios

A estrutura legal que você escolher para sua empresa terá impacto sobre os requisitos de registo de sua empresa, quanto você paga em impostos e sua responsabilidade pessoal.

A estrutura da empresa que você selecciona para o seu negócio é crítica.

A estrutura jurídica da empresa influencia a responsabilidade tributária; a responsabilidade pessoal do Director, a capacidade de levantar fundos… impacta a responsabilidade por impostos e a documentação necessária; inclusive a protecção (ou vulnerabilidades) de seus bens pessoais, e muito mais.

Saiba qual estrutura é a melhor para você, conforme analisamos os diferentes tipos de estrutura da empresa e as vantagens e desvantagens de cada uma.

Portanto, esta é uma decisão importante.

👉Leia sobre (diferentes tipos de) estruturas – ou formas legais – de negócios aqui.

6. Escolha o nome da sua empresa

Encontrar o nome certo para o seu negócio pode ter um impacto significativo no seu sucesso. Mas por outro lado, um nome errado pode ser pior do que deixar de se conectar com os clientes; também pode resultar em negócios intransponíveis e obstáculos jurídicos. 

⚠️Um nome claro e poderoso pode ser extremamente útil nos seus esforços de marketing e branding (marca).

Vale mencionar que não é fácil escolher um nome perfeito. Você vai querer um que reflita sua marca e capture seu espírito. Também, você deve verificar se o nome da sua empresa já não está a ser usado por outra pessoa.

6.1. Dicas para escolher o nome da sua empresa

1. Use um nome simples

Usar nomes complexos pode fazer com que pessoas fiquem confusas sobre como encontrar sua empresa on-line, ou simplesmente quando pessoas querem falar da sua empresa. Quanto mais simples e fácil de escrever e pronunciar, melhor.

2. Evite ser específico demais

Escolher um nome muito restrito pode causar problemas no futuro. Não escolha um nome que possa ser limitador à medida que sua empresa cresce. Imagine se Jeff Bezos tivesse escolhido o nome “OnlineBooks” em vez de “Amazon” – ele forçado a vender livros apenas. Portanto, evite nomes como “Vestidos de noiva de Maputo”. Você não quer limitar seu negócio a um produto específico ou uma cidade específica. A menos que você queira isso!

3. Use um nome que transmita algum significado

Questione-se se pessoas podem entender, instantaneamente, do que se trata o seu negócio apenas pelo nome. Não é imperioso, mas um nome que transmita algo significativo e positivo relacionado ao seu negócio, pode ser mais atrativo e fácil de achar e/ou recomendar.

Claro, há nomes sem sentido, mas fortes, como “Google”, “Yahoo”,  “Apple”, etc. Mas esse tipo de nomes custam muito mais dinheiro para a divulgação da marca. 

4. Obtenha feedback sobre o nome

Você pode pedir a apinião de amigos, familiares e colegas de confiança.

Certifique-se de que o nome soa bem quando dito em voz alta. Às vezes, os nomes parecem bons no papel, mas soam horríveis quando ditos em voz alta. E se for dito em voz alta, certifique-se de que as pessoas não fiquem confusas sobre como é escrito.

Também, certifique-se de que você próprio está satisfeito com o nome. Como proprietário da empresa, você terá que conviver com o nome por um longo tempo, portanto, certifique-se de estar feliz com ele e acredite que ele irá agradar aos seus clientes.

5. Crie nomes alternativos

É bem provável que o nome que você escolheu, esteja a ser usado por uma outra pessoa. Então, tenha uns nomes alternativos, para que se o primeiro estiver já a ser usado, talvez o segundo, terceiro… talvez o quinto esteja disponível.

7. Registe a sua empresa

Depois de escolher o nome comercial perfeito, é hora de torná-lo legal e proteger sua marca. Se você estiver a fazer negócios com um nome diferente do seu, precisará se registar no governo.

Você usará seu número de identificação para etapas importantes para iniciar e expandir seus negócios, como abrir uma conta bancária e pagar impostos. É como um número de segurança social para sua empresa. Alguns países ou estados – mas não todos – exigem que você também obtenha uma identificação fiscal.

⚠️As licenças e autorizações de que você precisa para o seu negócio variam de acordo com o sector, localização (estado e país) e outros factores.

8. Abra uma conta bancária empresarial

Primeiro, é que uma conta bancária para o seu negócio pode ajudá-lo a lidar com questões jurídicas, fiscais e do dia-a-dia. Segundo, fica mais profissional quando clientes e sócios, ao fazer um depósito ou transferência para a sua empresa, o recibo esteja em nome da empresa, ao invés do nome pessoal.

A boa notícia é que é fácil abrir uma conta bancária para seu negócio se você tiver os registos certos e a papelada em mãos.

9. Crie um website

Independentemente do seu negócio seu online ou físico, hoje em dia, é muito importante ter um website.

Faça uma pesquisa completa na Internet. Na maioria das vezes – principalmente se demorar criar o seu website – você descobrirá que outra pessoa já está a usar esse nome comercial. Embora isso não seja um obstáculo total, você precisa garantir o seu website combine com a sua marca.

Leia mais

👉O governo pode tomar o seu dinheiro. Veja porquê e como…

👉07 Principais benefícios de ter um website (para si e para o seu negócio)


Este artigo foi útil para si?

Clique nas estrelas para avaliar

Average rating 0 / 5. 0

Lamentamos este artigo não tenha sido útil para si!

Por favor, diga-nos como podemos melhorá-lo!

Aprenda & Ganhe - e Partilhe ❤